O Globo | Boa forma contra o câncer - Dr. Daniel Tabak

RIO - Com diagnóstico de câncer, a empresária Luciana Provenzano lembra que recebeu de seu médico um artigo científico sobre os benefícios do exercício físico para reduzir os sintomas da quimioterapia. De início, a notícia da doença, confessa ela, deixou-a “aterrorizada”. Pensava que ficaria fraca e magra demais. Mas como já era fisicamente ativa, seguiu a recomendação: caminhadas, ioga e musculação faziam parte de sua rotina.

Veja Rio | Referência em oncologia, Dr. Daniel Tabak une competência e sensibilidade

Em reportagem da Veja Rio, Dr. Daniel Tabak fala sobre os desafios de ser médico, o aprendizado diário e o compromisso com a vida. 
Valores que permeiam e constroem nossa clínica.

O Globo | governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão, se prepara para reassumir o estado

O Globo | governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão, se prepara para reassumir o estado

Em remissão após seis sessões de quimioterapia governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, volta ao cargo.

Para ler esta matéria na íntegra clique aqui.

O Globo | A Felicidade como o melhor remédio

O Globo | A Felicidade como o melhor remédio

Mente sã em corpo são - A felicidade como o melhor remédio

Médicos falam sobre a influência da felicidade, do humor e das atitudes positivas na saúde. E Daniel Tabak ressalta a importância da esperança como aliada na recuperação do paciente.

Dr Daniel reivindica que os médicos se envolvam mais no tratamento dos pacientes, dando-lhes inspiração para superar as limitações impostas pela doença. A Humanidade deve ser considerada como a essência da medicina. Não há satisfação maior do que recuperar um paciente e cumprir o papel de cuidador.

Governador Pezão é diagnosticado com linfoma não-Hodgkin

Governador Pezão é diagnosticado com linfoma não-Hodgkin

"Mas o dado mais importante é que não existe nenhum comprometimento volumoso de linfonodomegalias. Não atingiu nenhum órgão crítico. Por isso temos uma perspectiva boa. Mais de 70% dos pacientes ficam curados com este tipo de tratamento". Dr. Daniel Tabak, médico Oncologista e Hematologista do Centron - Centro de Tratamento Oncológico.

Médicos defendem melhora em cuidados paliativos para fim da vida

Qualidade da morte no país é pior do que a de Uganda e Mongólia, segundo pesquisas

 

POR CLARISSA PAINS - Jornal O GLobo
26/11/2015

O Globo | Pacientes com câncer demoram para conseguir tratamento na rede pública

Dr Daniel Tabak foi convidado pelo Jornal Bom Dia Brasil da Tv Globo para entrevista falando sobre o custo do tratamento do câncer.

O Globo | A idade da mamografia - Dr. Daniel Tabak

O Globo | A idade da mamografia - Dr. Daniel Tabak

RIO - Uma nova e polêmica diretriz da Associação Americana de Câncer (ACS, na sigla em inglês), divulgada ontem, sugere que as mulheres comecem a fazer mamografia aos 45 anos de idade, adiando em cinco anos o início do exame. Até os 54 anos, a mamografia deve ser anual e, depois desta idade, feita a cada dois anos. Exames clínicos de mama, aqueles em que os médicos apalpam a área para detectar nódulos, estão desaconselhados.

O Globo | O preço do câncer - Dr. Daniel Tabak

O preço do câncer - Dr. Daniel Tabak

Pacientes precisam ter acesso imediato a drogas capazes de salvar suas vidas ou minorar o seu sofrimento. Médicos não devem ser agentes do governo ou do mercado! Ao ouvir as palavras “Você tem câncer”, o indivíduo perde o controle de sua vida. Consultas médicas passam a moldar sua rotina de infindáveis exames e tratamentos agressivos, frequentemente associados a efeitos debilitantes. A este martírio foi incorporada recentemente a toxicidade financeira. Os custos do tratamento oncológico em todo o mundo se elevam em progressão geométrica e ameaçam a incorporação dos novos e importantes avanços terapêuticos.

O Globo | Batalha contra o Câncer

Envelhecimento da população brasileira aliado ao estilo de vida com altos níveis de obesidade, sedentarismo, infecções por HPV, abuso de álcool, tabagismo e excesso de exposição ao sol são os fatores de risco que vêm puxando para cima a incidência de câncer no país, segundo projeções para 2014 divulgadas ontem pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Páginas